Fale Conosco
:: Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
A A A







Valid XHTML 1.0 Strict  CSS válido!

Diário de bordo: Fevereiro de 2012

No mes de Fevereiro, o INPE sediou um curso de microprocessadores ARM, intitulado: "ARM - Embedded Systems Design". Este Curso foi ministrado pela ANACOM, única empresa da américa latina autorizada a aplicação do mesmo. A idéia do curso surgiu da necessidade do conhecimento mais profundo deste tipo de processador, tendo em vista que o mesmo será utilizado como elemento central no computador de bordo dos satélites da constelação CONASAT.

Neste mesmo mes a equipe CONASAT ganhou mais um reforço, o estagiário Valdemir Praxedes da Silva Neto, que tem experiência em análise de arranjos de antenas planares para aplicações em sistemas de comunicações de altas frequências. Estudante do último período do curso de Engenharia Elétrica da UFRN desenvolve atividades em diversos temas: níveis de potência de estações de rádio base, desenvolvimento de circuitos e caracterização do canal de propagação, desenvolvimento de monopolos de microfita e de CPW para sistemas UWB, arranjos de antenas de microfita com elementos parasitas e diagramas de radiação reconfiguráveis, métodos numéricos aplicados ao eletromagnetismo.

O Bolsista Pedro Silva de Aquino representou a Equipe CONASAT, no SUSTAINABILITY OF SPACE ACTIVITIES: INTERNATIONAL ISSUES AND POTENTIAL SOLUTIONS, em Strasbourg, França, do dia 21 ao dia 22, apresentando o trabalho aprovado, intitulado: "ESTUDO DE ESTRATÉGIAS DE MITIGAÇÃO DE DETRITOS ESPACIAIS PARA UMA CONSTELAÇÃO DE NANO SATÉLITES DE COLETA DE DADOS AMBIENTAIS".

Foi realizada uma reunião em S.José dos Campos onde foram apresentados os projetos em andamento para análise da possibilidade de alocação de recursos do CT-INFRA 2012. Nesta ocasião foi solicitado novo orçamento  à empresa Lunus para fornecimento de modelos de engenharia e de vôo de 3U, kit de desenvolvimento e estação terrena, que foi apresentado em 17/02/2012.

Em vista dos valores apresentados, foram feitos diversos questionamentos sobre o direcionamento a ser dado ao projeto, contando com comparações com o projeto NANOSATC-BR em suas duas versões, além de vislumbrar o futuro do projeto CONASAT como constelação, e não apenas como a atual "prova de conceito". Nesta ótica foi consenso que a opção pelo retorno à adoção de uma estrutura física de dimensões maiores (8U), conforme foi concebido na segunda alternativa do projeto, remeteria a uma situação mais próxima do que seria o desenvolvimento da solução definitiva do CONASAT. Com a exclusão de alguns ítens para redução do valor da proposta, que poderiam ser providos internamente no INPE, podemos tentar chegar a um valor que possa ser contemplado para compra apenas do modelo de engenharia, o que daria grande perspectiva para o desenvolvimento do projeto.

Em 23/02/2012, por videoconferência pelo Skype, com a participação de Fátima Mattiello e Otávio Durão em S.José dos Campos e Manoel e Lúcio em Natal, foi discutido mais profundamente o assunto chegando-se ao concenso de que este seria o melhor encaminhamento a ser dado ao projeto. Com relação ao preço cobrado pelo Modelo de Engenharia 8U, foi discutido que poderiam ser retirados alguns dos seus ítens, que poderiam ser supridos internamente pelo INPE. Como resposta foi apresentada uma nova proposta com redução no valor para o Modelo de Engenharia 8U, além de contemplar também o kit de desenvolvimento CubeSat. Esta nova proposta se mostrou satisfatória para os interesses do projeto e foi formalmente aceita.

Foto da apresentação de Pedro Aquino em Strasbourg, França:

foto_strasbourg
Realização